A Letícia de 2020 me deixou uma carta

E aqui estou eu escrevendo de volta para ela.

From Leticia 2020 to Leticia 2021

Acabei de ler a carta que o meu eu do passado deixou para o meu eu do futuro, que agora é presente.

Calma. Deixa em explicar.

Ano passado foi um ano intenso de auto-conhecimento — talvez para todos nós, não é mesmo?

Foi o ano em que eu acordei todos os dias com uma pergunta filosófica diferente na minha cabeça.

Quem sou eu? O que estou fazendo aqui? Para onde vou?

Qual é o plano? — essa foi uma das mais frequentes.

Talvez foi um resquício da pandemia, do confinamento. …


Careers

After years of studying life sciences, I decided to quit the lab.

Chemistry lab, 2011

But if you are not in the lab anymore, where are you then?

Took me years to realize that the fact I quit the lab, does not mean I quit life sciences. Whatever decisions I made along the way, I will always be a curious scientist.

Being a scientist, or a bioengineer, is not about wearing a lab coat, it’s a mindset.

It’s being curious about the nature of things. You are always hungry to understand everything around you, and making tough questions becomes a lifestyle.

As a scientist (in or outside of the lab), you will never stop looking for answers.

For most of us, the answers come after complex lab experiments…


myself back in sepia times

“We write to taste life twice, in the moment and in retrospect.” ― Anaïs Nin

A few weeks ago I came across this fragment from Anaïs and felt like this could be used as a creative impulse for writing. I saved it, and here I am today.

We write to taste life twice, in the moment and in retrospect.”

Isn't this amazing?

I loved this piece from the moment I read it. It felt so real and so magical.

No matter what kind of writing you do, even fictional writers are revisiting their past experiences or fantasies in their stories…


Sobrevivendo a política do filho único

China — a política do filho único

Com a brisa no rosto e indie rock nos fones de olvidos, pedalei até o centro da cidade, onde estacionei a bike em uma árvore e fui encontrar um amigo que conheci recentemente na aula de dinamarquês.

Assim como eu, ele também tem dificuldades com o dinamarquês, e nos identificamos como os piores da turma (risos de nervoso).

Estou aqui escrevendo sobre isso, pois a história que ouvi hoje me deixou de queixo caído (como diria meus avós).

Escutamos relatos manipulados sobre o que acontece na China, mas a verdade é que isso nunca toca as pessoas de fato, pois…


Continue essa leitura para entender que isso não é um typo.

Tem coisa melhor do que raios de sol na cama pela manhã?

Status: coque bagunçado no topo da cabeça, máscara facial, edredon nas pernas, sol na janela aberta com o vento gelado dinamarquês refrescando o ambiente.

Almejei ainda mais sentar aqui para escrever no meu cantinho.

Algo que me era tão natural e simples em 2021, se tornou quase impossível em 2021.

Na mesa de café da manhã, o papo foi sobre vacinação e perspectivas, pois afinal, o que mais podemos conversar sobre?

Tudo tem acontecido de maneira tão rápida, mas ao mesmo tempo, tão lenta. Você também tá sentindo isso?


São 3 da manhã (horário do Qatar), e eu posso oficialmente dizer que estou pra lá de Bagdá.

Isso porque o avião onde me encontro, acaba de sobrevoar Bagdá, capital do Iraque, e continua o vôo rumo a Copenhage.

Voando de Qatar Airways do Brasil para a Dinamarca

A minha jornada de volta para casa começou há mais de 24h, quando dei tchau para os meus pais em Curitiba, e embarquei para São Paulo.

Fiz uma longa conexão de 6 horas em Guarulhos, comi meu último fettuccine no Spoleto e bebi um café do Mc Donalds.

Em seguida, fui atrás de um local isolado para dormir por algumas horas.

O local eleito foi uma série de poltronas vazias, na área de embarque internacional. …


If you have an entrepreneur spirit like me, then you probably have worked in a startup, or you intend to do that.

The Silicon Valley dream caught me at some point in life, and I deeply believed that working for a small and innovative company would bring me ownership, success, and freedom to operate.

Perhaps I was too naive.

My experience working for 2 startups has been quite a journey, with both positive and negative sides.

It’s time to write about it.

I’ve always dreamed of having my own business, and I’ve been writing down ideas since I was a teenager.

I realized the best way to reach this goal was by getting experience working in startups.

Why?

Startups provide a unique…


Pó de café no filtro, água na chaleira, gatos miando na janela

Pela primeira vez em muito tempo, ela acorda sem o alarme do celular.

Ora com os miados dos gatinhos na janela, ora com os latidos dos cachorros no portão.

Esses últimos, aliás, já fazem parte da rotina sonora de seus dias calmos, leves.

Desde que voltou para a casa da mãe, parece que seu corpo e mente foram teletransportados para um passado não tão distante.

Neste passado que menciono, ela ainda morava neste mesmo lugar, dormia nesta mesma cama — onde gatos cochilam o dia inteiro — e a noite ela deitava para ler.

Estar aqui, após 3 anos away…


Indo pra casa depois de 3 anos morando fora

4:54pm — Frankfurt

Nesse momento, me encontro em uma das situações mais preferidas dessa vida: com meu café, no aeroporto, vendo aviões subirem e descerem no horizonte, enquanto espero pelo meu embarque.

Gosto de chegar com antecedência no aeroporto para me dar esse momento, sem correria, e pronta para imprevistos.

Porém, hoje eu acho que cheguei um pouco cedo demais.

O aeroporto de Copenhage está completamente fantasma.

Estranho é ver todos os vôos do dia comprimidos em uma única tela, e o duty free fechado.

Não consegui chorar ainda, somente a felicidade toma conta. Mas sei que o choro virá, especialmente quando eu…


A different you every month of 2021.

January Self Portrait

Ira Gatmaitan introduced me to this idea earlier this year, and I thought it could be a good motivation for me to start taking self-portraits again.

If you know me from years back, you know how much I love taking pictures of myself in different scenarios and artistic sets.

Since I got my first camera, I never stopped.

During my teenagerhood I mostly took pictures in the garden of my parent's house, hanging my compact camera on the trees and running around to capture candid moments. Oh, I miss that.

The idea is simple. For each of the 12 months…

Letícia Manosso

A creative bioengineer that loves writing as a recharging tool

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store